GO

Procurar

Menu

SUPREME KIT DETEÇÃO TEMPO REAL E. coli (stx1, stx2 e eae genes)

BIOPSFS-0002
qPCR / PCR Tempo-Real/ PCR
Biopremier
100 ou 10 reações

Seleccione Opções

Por favor escolha o número de reações
*Obrigatório

INTRODUÇÃO:Escherichia coli, pode causar infecções entéricas / diarreiogénicas ou extra-intestinais em humanos. E. coli entérica causadora da doença pode apresentar diferentes determinantes de virulência, correspondendo a diferentes patotipos. Estes incluem E. coli produtora de toxinas Shiga (STEC), compreendendo E. coli entero-hemorrágica (EHEC) e E. coli enteropatogénica (EPEC). As STEC são caracterizados pela produção de toxinas semelhantes a Shiga - Stx - correspondentes aos genes stx1 e stx2 (também conhecidos como verotoxinas, codificados pelos genes vtx1 ou vtx2). A EPEC foi o primeiro grupo patogênico reconhecido e, atualmente, continua a ser uma das principais causas de diarréia entre crianças de países em desenvolvimento em todo o mundo. EPEC carrega o gene eae (codificador de intimina) e tem a capacidade de causar lesões de fixação e apagamento em hospedeiros, mas não produz Stx. O EHEC foi originalmente definido como um subconjunto de STEC, que estava associado a diarréia aquosa, colite hemorrágica, síndrome hemolítico-urêmica e que, além dos genes codificadores de stx, geralmente carregam o gene anexador - eae. Esses organismos patogénicos são transmitidos principalmente por meio de carne picada mal cozida, leite pasteurizado de maneira inadequada, sanduíches frios, couves e vegetais. A necessidade de métodos rápidos, precisos e sensíveis para a deteção destas estirpes de E. coli é uma questão importante de segurança alimentar. Já que os métodos microbiológicos convencionais para sua deteção e identificação são demorados. Hoje, existem métodos aprovados para deteção baseada em PCR de genes patogénicos de sequências de DNA únicas de Escherichia coli, em particular usando PCR em tempo real e sondas fluorescentes específicas. DESCRIÇÃO DO PRODUTO: SUPREME REAL TIME DETECTION A E. coli usa PCR em tempo real para a deteção de E. coli patogénica associada aos patotipos EPEC, STEC e o subgrupo EHEC associado à combinação dos genes de virulência stx1 e / ou stx2 e eae num procedimento simples, confiável e rápido. O ensaio é baseado nas reações de PCR em tempo real da nuclease 5 'para amplificar uma sequência genómica única no alvo. Nossos primers e sonda cuidadosamente projetados garantem a mais alta sensibilidade e especificidade. O kit consiste em uma mistura de ensaios para a deteção do alvo, além de um controlo positivo e um controlo interno (IC). Para minimizar a contaminação cruzada de PCR, o kit contém dUTP e uracil-N glicosilase (UDG). CARACTERÍSTICAS DO PRODUTO: -Amplificação e deteção: genes eae e stx1 / stx2 dos patotipos E. coli EPEC, STEC e do subgrupo EHEC -De tempo real com polimerase de DNA Taq de início rápido -Controlo interno para excluir resultados falso-negativos -Otimizado para lidar com inibidores de PCR, contendo enzima UDG -PCR-: executa em todas as plataformas de PCR em tempo real padrão estabelecidas -Perfis térmicos harmonizados para funcionar com outros kits SUPREME BIOPREMIER simultaneamente -Alvo canal: FAM, IC de canal: ROX -Formatos disponíveis: Kits com 50 reações para cada alvo (EPEC e STEC) ou 5 reações para cada alvo (EPEC e STEC) -Validação AOAC-RI: Número da licença 081902

Produtos Relacionados